Como sobreviver daqui a pouco tempo

Thumb Como sobreviver daqui a pouco tempo

Como sobreviver daqui a pouco tempoUma amiga minha, outro dia, me perguntou qual o curso superior que eu sugeria que ela fizesse. Eu respondi: nenhum. Ela, evidentemente, estava querendo saber como sobreviver daqui a pouco tempo

Diante de minha resposta, ela se assustou e eu expliquei: você corre o risco de optar por um curso superior e, antes de você concluir o curso, a profissão que você escolheu já ter sido extinta.

Existem algumas exceções de cursos que você ainda deve fazer para aprender como sobreviver daqui a pouco tempo. Mas disso eu falo daqui a pouco.

Eu tenho alertado para o fato de que o mundo está mudando rapidamente. E que, daqui a muito pouco tempo, será necessário romper todos os paradigmas para sobreviver.

Maquininha poliglota

Recentemente eu também falei de uma maquininha que lhe permite falar mais de 40 idiomas mesmo que você só saiba falar Português. E olha que Português tem muita gente por aí que não consegue falar…Máquina para saber como sobreviver daqui a pouco tempo

Nos smartphones já existe um aplicativo que você deve conhecer, e que eu até já usei no exterior, que permite a tradução para vários idiomas.

Mas essa invenção mais recente é muito mais prática e funcional.

É um receptor de voz, quase como se fosse um pequeno microfone. Você fala alguma coisa em Português (ou em outro qualquer idioma, é lógico) e manda o aparelhinho traduzir para o idioma que você quiser. E em seguida você dá a vez ao seu interlocutor para responder e o aparelhinho traduz para o seu idioma.

Rompendo paradigmas

Quantos paradigmas vão ser rompidos só com esse pequeno aparelho? Isso terá reflexos nas escolas de idiomas e pode até fazer com que o Inglês não seja mais a língua universal.

Máquina para saber como sobreviver daqui a pouco tempo rompendo paradigmasÉ lógico: se você estiver na Rússia ou na França, para citar somente dois exemplos, por que você vai falar em Inglês com um russo ou com um francês que não falam bem o Inglês, se pode falar logo no idioma nativo deles?

É evidente que um aparelho desses pode dificultar na hora de manter uma conversa demorada. Ou que exija longas trocas de diálogo.

Mas, quando você vai ao exterior, principalmente se estiver fazendo turismo, o que precisa mesmo é de diálogos curtos e muito simples.

São situações de quando está numa loja, ou num parque, ou num restaurante. Em locais assim, evidentemente, você precisa apenas perguntar o básico. O seu objetivo, lógico, é apenas o de facilitar as coisas de forma realmente significativa.

Proibido dirigir para sobreviver

Os carros autodirigíveis, aqueles que não vão ter um motorista ao volante, já estão sendo permanentemente Proibido dirigir para sobrevivertestados em vários países desenvolvidos. Então, nem motorista (com todo respeito) vai ter mais emprego. Porque o que está sendo descoberto é que a tecnologia é mais segura do que uma pessoa ao volante. E já é amplamente discutida a hipótese de que dirigir um carro será até proibido. Isto porque entregar isso à tecnologia é muito mais seguro e evita muito mais  acidentes.

Então chegamos ao primeiro ponto em relação aos cursos universitários. Os que forem na área tecnológica podem ser feitos. Porque – queiramos ou não – a tecnologia vai dominar o mundo. Mais ainda, aliás, do que já domina hoje, quando você frequentemente vê muito mais pessoas dialogando com amigos pelo celular do que com os amigos ao vivo num boteco qualquer.

Para evitar um genocídio

Para evitar genocídioSó que as mudanças serão muito mais amplas e abrangente. E realmente é preocupante saber que muitas pessoas, que já tem dificuldades para sobreviver hoje, terão muito mais dificuldades ainda num mundo em que, mesmo um pedreiro de obras (com todo respeito), vai ter que competir com um robô que constrói paredes de tijolos de forma muito mais rápida e perfeita do que os melhores pedreiros.

É como já dissemos em um dos nossos vídeos no YouTube: só existem duas vertentes. São os includentes e os excludentes. Não existe meio termo. Ou existe a disposição de dar chance a todas as pessoas, ou seja, de incluir essas pessoas para que possam viver dignamente em sociedade. Ou então essa disposição é de excluir. E vão fazer o que? Um genocídio mundial?

Porque, se hoje já existem milhões de miseráveis num mundo que tem pouco emprego, mas tem ao menos um pouco de ocupação, imagine em que catástrofe se tornará o mundo se não houver nem emprego, nem ocupação, para a mão de obra não adaptada a esses novos tempos?

Essas pessoas, seguramente, não vão saber como sobreviver daqui a pouco tempo.

O direito de ser rico

Outro dia assistimos a um vídeo de um sujeito que se acha muito esperto e não tem nada disso.Ser rico

Sabe o que acontece? Acontece que burrice não escolha ideologia. Existe gente inteligente e gente burra nisso que chamam de direita e de esquerda. E eu vi outro dia um representante da direita burra contabilizando o número dos chamados esquerdistas que têm muito dinheiro.

Essa direita burra acha que ser de esquerda é querer a pobreza para todo mundo. Só se for a esquerda burra. Porque a esquerda inteligente, o que tem que querer, é que todo mundo tenha chance de viver dignamente.

É o que eu digo no meu artigo, que depois eu transformei em vídeo, com o título O Direito de ser Rico.

Como sobreviver daqui a pouco tempo ???

Se a direita for inteligente, vai perceber que dar chance a todo mundo é uma forma de estancar os problemas sociais e a miséria, evidentemente, que acabam afetando toda a sociedade, em qualquer país.

E dar chance não significa dar esmola.

Esse mundo que está se aproximando cada vez mais, esse mundo tecnológico, preocupa especialmente no Brasil, com baixa escolaridade e uma leva de milhões de pessoas que não têm do que viver.

Nesse mundo à beira de inovações tecnológicas excludentes, tem quem, em vez de governar, fique cultivando fanatismos religiosos e guerras retrógradas.

Estudos para o futuro já presente

Estudos para o futuro já presenteSinceramente falando, você já deve ter percebido que o movimento excludente está atuando há muito tempo. Cadê a reforma trabalhista que ia criar milhões de empregos?

Você tem um cenário de desemprego que assusta, e no qual fica cada vez mais evidente que não vale a pena nem ser empregado. É nesse cenário que as pessoas, tantas vezes, se apavoram. E que outras buscam alternativas fora do mercado formal. E, ainda assim, precisam buscar muita motivação para entender como sobreviver daqui a pouco tempo.

Entre essas alternativas podem estar o empreendedorismo digital e os cursos direcionados à área de tecnologia. Mas existem também outros setores que vão continuar vivos.

Criatividade para saber como sobreviver daqui a pouco tempo

Nesse futuro, resumindo, para que este artigo não fique muito longo, podem ser incluídas, como de grande importância, a área tecnológica e a criatividade.saber como sobreviver daqui a pouco tempo

Setores como Filosofia, Cultura e Sociologia, portanto, exatamente as áreas que acabam sendo combatidas pelas correntes retrógradas de fanáticos, são exatamente as que se mostram fundamentais para um novo tempo em que somente visões Humanistas, além do conhecimento tecnológico, podem se mostrar fundamentais para equilibrar as relações humanas e garantir um mundo de paz e prosperidade.

Envie seu comentário:

Você também pode gostar: