Viagem internacional é oportunidade para provar delícias da culinária

Thumb Viagem internacional é oportunidade para provar delícias da culinária

Nas viagens internacionais que gostamos de fazer, tivemos a oportunidade de saborear a típica paella, que você encontra não apenas na Espanha como em Portugal. Evidentemente encontra também em outros países, incluindo o Brasil, é lógico. Mas já que você está viajando mesmo, não custa nada ir às origens em termos de paladar.

Estamos falando aqui de apenas dois países, Mas, diga a verdade: se um dia você for à Itália, por exemplo, não terá a curiosidade de experimentar a pizza nas origens?

É verdade que a pizza de Roma, a capital, não tem lá muita fama de ser saborosa. Mas isso é mais uma oportunidade para você se apegar a um bom hábito nas viagens internacionais: não pense em visitar apenas a capital.

Trens modernos, viagem rápida e confortável

Na Espanha, por exemplo, não se pode deixar de visitar  Barcelona, aonde se vai de trem muito rapidamente a partir de Madrid, em veículos modernos muito confortáveis e extremamente rápidos. E existem ainda outras cidades famosas, como Valencia (berço da paella valenciana), Sevilha e muitas outras.

Viagem internacional é oportunidade para provar delícias da culinária

Ao redor de Lisboa, a capital portuguesa, você também pode fazer um tour até mesmo de táxi por pontos turísticos e históricos interessantíssimos. É um passeio indispensável pelo qual você pode pagar em torno de 200 a 250 euros com a família (preços praticados em 2017). Mas é lógico que, se você dispõe de carteira de habilitação internacional, pode também alugar um carro.

Paella, como já frisamos, se come tanto na Espanha como em Portugal, os dois países que visitamos em 2017.

(Assista ao vídeo sobre a paella. O texto prossegue logo abaixo)

Paella tem muitas receitas

Não poderíamos deixar de recomendar esse já mencionado prato típico: a famosa paella, que atende a todos os gostos, pois pode ser feita com frutos do mar e também com frango, e ainda a mista, para atender aos dois paladares.

Madrid

Madrid

Naquela com frutos do mar, que podemos chamar também de marinera, você encontra mariscos, lula, polvo, camarões pequenos e camarões grandes.

Se você não viajar e quiser fazer em casa, pode usar o arroz parboilizado. E não podem faltar ingredientes como pimentão amarelo e pimentão vermelho, salsa picada, cebola, tomates maduros, óleo, azeite, açafrão e páprica.

Na paella valenciana vai o frango. E, como já dissemos, na mista você pode acrescentar o polvo, a lula, o mexilhão e os camarões.

O nome valenciana é uma referência à cidade onde teve origem, Valência. É prato tradicional da região.

E podemos garantir que é irresistível.

Sabor, aroma e cores

A paella está entre os pratos mais famosos do mundo e consiste na exata combinação de sabor, aroma e cores variadas. Por ter se tornado um prato internacional, tem inúmeras variações, conforme a região onde é consumido.

Nós saboreamos uma paella em Madri (foto acima), mas não tivemos a oportunidade de conhecer o sabor da paella feita em Portugal. Quem sabe da próxima vez que formos lá?

Portugal

Portugal

Em compensação, nos arredores de Lisboa experimentamos uma deliciosa lagosta.

Viagem com gosto bom

É ou não uma forma de acrescentar o sabor da culinária às viagens?

Nem é preciso responder.

Recomendamos que você procure por receitas na internet. Vai encontrar com muita facilidade. Basta digitar paella ou receitas de lagosta nos sites de busca.

E aproveite: além de muito saborosos, são pratos extremamente saudáveis.

Bom apetite.

E, se for às origens, uma excelente viagem.

Assista aqui a um vídeo com mais imagens de Portugal

Envie seu comentário:

Você também pode gostar:



Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE